Blogs Portugal

Siga por Email

Opinião: A história de Isabella Swan está apenas a começar. A sua verdadeira existência começa lentamente a ganhar forma à medida que os minutos passam e vemos a transformação ocorrer à frente dos nosso olhos. Não há qualquer dúvida para mim de que, Amanhecer - Parte 1 é, até agora, a melhor adaptação. Uma representação fiel daquilo que é o seu material original que é o mais interessante de todos. Uma adaptação que se foca, não apenas na linha principal de acontecimentos, mas nos pormenores. Mesmo para aqueles - que são muitos, - que não têm qualquer interesse na história da humana que se apaixonou por um vampiro, devem ser capazes de ver a beleza cinematográfica da última hora de filme.
Amanhecer - Parte 1 é o filme onde os efeitos ganham um maior destaque, não numa luta, mas na própria aparência da protagonista. A falta de força, a ausência de um cuidado, a tomada de uma decisão irrevogável que levam a uma magreza extrema, a uma perda de brilho e de saúde, são tão bem representados na carne da actriz que não parecem outra coisa senão verdadeiros.
Amanhecer - Parte 1 é uma montanha-russa de emoções. Nos primeiros minutos assistimos a um amor que parece não ter fim, vendo-o finalmente, oficializado tanto no papel como na carne, para depois sermos arrastados para uma gruta de medo e de incerteza, pois as memórias felizes e divertidas foram rapidamente esquecidas por algo aparentemente abominável que não devia existir.
Claro que toda a situação levanta um conjunto de questões, no entanto, estamos num mundo fictício onde tudo pode acontecer e, embora haja perguntas, estas são colocadas de lado pela maravilhosa interpretação de Kristen Stewart como Isabella Swan e, nos últimos minutos de filme, mesmo aqueles que desprezam a actriz são obrigados a ceder. A sua interpretação num momento de dor e de desespero levam qualquer um a encostar-se no seu lugar perante o medo e o enjoo.
Ao contrário do que acontece com os filmes anteriores, desta vez a ameaça não vem de fora, mas de dentro do próprio núcleo de personagens e a linha divisória que se cria, embora não tão definida na adaptação como o é no livro, é o suficiente para, enquanto espectadores, sentirmos a mudança e a dor que consequentemente surge. Não há nada melhor do que um filme que nos leva desde o divertimento até ao mais absoluto horror e Amanhecer - Parte 1 conseguiu-o na perfeição.
Outros títulos da colecção
*Crepúsculo - adaptação cinematográfica: aqui
*Lua Nova - adaptação cinematográfica: aqui
*Eclipse- adaptação cinematográfica: aqui
*Amanhecer - adaptação cinematográfica: aqui e aqui

*A Breve Segunda Vida de Bree Tanner

*Vida e Morte
*Midnight Sun

Outros títulos da autora

*Nómada
*Danças Malditas
*A Química


Deixe um comentário

Tens uma opinião? 3,2,1 GO