Blogs Portugal

Siga por Email



Opinião: Quando a notícia de que iria haver um filme baseado no livro Animais Fantásticos e Onde Encontrá-los admito que a minha primeira reacção foi de espanto e depois de confusão. Para alguém que sente que conhece bem o mundo criado por J.K.Rowling a ideia de que poderia haver um filme baseado naquelas míseras páginas que apenas descrevem criaturas atrás de criaturas, a ideia foi, em primeiro lugar, estranha. Mas Animais Fantásticos e Onde Encontrá-los relata sim a forma como Newt Scamander, um nome que nos é familiar, encontrou e escreveu o livro que mais tarde iria aparecer nos manuais dos estudantes de Hogwarts e, para aqueles que como eu ficaram para lá de chocados/maravilhados com o final que J.K.Rowling nos dá com este primeiro filme, podemos apenas supor de que haverá algo muito mais interessante do que o simples conhecimento das criaturas mágicas. 
Pela primeira vez, o universo mágico encontra-se fora de Londres. Estamos nos Estados Unidos da América na década de 20, onde há todo um conjunto de novas leis, novas formas de governo, novos conceitos que temos de aprender e que nos são apresentados de forma competente nos primeiros vinte minutos de filme. A linha temporal está incrivelmente bem estabelecida, não havendo realmente tempos mortos porque mesmo as cenas sem qualquer tipo de acção mostram ou a bondade de Newt ou a diversão com as criaturas, algumas bastantes conhecidas para os mais familiarizados com o mundo de Harry Potter. 
Claro que, a magia, obviamente, estava lá, no entanto, e embora tivesse adorado este novo mundo onde seguimos, não crianças/adolescentes mas adultos - uma novidade - , senti uma imensa falta de Hogwarts. Hogwarts era, por si só, uma personagem e foi difícil ver o logotipo da Warner Bros sabendo que não iria voltar lá. Por outro lado, J.K.Rowling deu aos fãs momentos de uma incrível nostalgia, de surpresa e de choque porque, na verdade, tudo o que acontece, nós já conhecemos. 
Amores Desolados em nomes Negros. 
Um professor que possui uma elevada estima por um aluno. 
Uma criança que suprimiu a sua magia até ao ponto de ruptura. 
Dois amigos que vão acabar por lutar, mostrando no final, amor um ao outro. 
Uma varinha, a mais poderosa de todas. 
Um triângulo, com uma varinha, uma pedra e um manto. 
Uma frase: Pelo bem maior. 
J.K.Rowling deu-nos, o que nem sequer sabíamos que queríamos
Mas claro que a maior mudança foi, obviamente a liderança. Newt Scamander, um Hufflepuff de gema, é o nosso novo líder e embora se rodeie de personagens carismáticas ainda preciso de ver mais um pouco de evolução, mais um pouco de personalidade e de conhecimento - preciso de mais. E vou ter, mais quatro, aparentemente. Se fosse outra autora qualquer, ficaria ligeiramente preocupada com o conteúdo, no entanto, como é de J.K.Rowling que falamos, não tenho a menor dúvida de que será absolutamente fantástico





Outros títulos da colecção
*Harry Potter e a Pedra Filosofal - adaptação cinematográfica: aqui
*Harry Potter e a Câmara dos Segredos - adaptação cinematográfica: aqui
*Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - adaptação cinematográfica: aqui.
*Harry Potter e o Cálice de Fogo - adaptação cinematográfica: aqui.
*Harry Potter e a Ordem da Fénix - adaptação cinematográfica: aqui
*Harry Potter e o Príncipe Misterioso - adaptação cinematográfica: aqui
*Harry Potter e os Talismãs da Morte - adaptação cinematográfica aqui e aqui
*Harry Potter and the Cursed Child

*Os Contos de Beedle, O Bardo

*Animais Fantásticos e Onde Encontrá-los - adaptação cinematográfica aqui.
*Quidditch Através dos Tempos

Outros livros da autora
*Morte Súbita
*Very Good Lives



Por Raquel Pereira

3 Comentários

Tens uma opinião? 3,2,1 GO