Sinopse: Since then her heart has been divided between the magic realm of Avalon and the human world. Between the boys she loves the most; caring David and wild Tamani. But now a powerful enemy threatens Avalon and unless the faerie world can win out, there may be no choices left...
Laurel faces the fight of her life to save everything and everyone she loves in this spell-binding faerie tale of magic and mistery, romance and danger. 

OpiniãoInfelizmente, devido à não publicação por parte das editoras portuguesas, vi-me obrigada a ler a conclusão, o capítulo final, em inglês. Não é algo que me aborreça de todo, ou que me atrapalhe. MAS, a verdade é que a leitura é mais demorada, apesar de a emoção não ser afectada.
Para aqueles que leram Beijo dos Elfos, Feitiços e Ilusões, recomendo, do fundo do coração, a leitura em inglês, brasileiro, qualquer língua estrangeira com a qual se sintam confortáveis porque Destined é, para mim, uma das melhores conclusões que já li. É realmente boa. Não há como negar. E a autora dá-nos uma espécie de dois finais - um que é efectivamente o final, e outro que não passa de uma carta na qual podemos ver qual é o futuro dos personagens que sobreviveram e que não é tão feliz.
Um dos pontos menos positivos foi o ritmo da leitura. O início é ler, ler, ler, entusiasmo, entusiasmo, entusiasmo, mas passadas as primeiras cem páginas, o ritmo diminui e recupera-o somente nas últimas cem páginas, pelo que são outras cento e cinquenta em que, não há "palha", tudo o que acontece é necessário, mas não há aquela motivação que me leva a querer devorar um livro.
Destined, quando comparado com os outros volumes é um livro de maior acção e menos - muito menos - romance, para além de que tem acções que são repetidas havendo muito correr e andar para trás, blá, blá (...). No entanto, pela primeira vez, consegui aceitar a relação entre Avalon e o mundo humano, consegui PERCEBER. O que mudou? A perspectiva de Jamison, o aparecer de outros protagonistas, a morte que faz com que tudo ganhe um novo significado. Se continua a haver uma relação entre mitologia e Avalon? Super. Se está melhor explorada? Bastante!
Até mesmo os personagens, não só Chelsea com quem eu tinha certos problemas quanto à necessidade da sua existência, redimiu-se e, outros personagens como Katya, ou Mara, Yasmine, a rainha Marion, Jamison, Yuki e Shar ganham uma nova relevância. Tudo isto é possível porque Destined passa-se maioritariamente em Avalon e, embora esteja satisfeita com a conclusão porque, ao contrário do que acontece com outros livros YA, há um sentimento de realidade: o que acontece aos humanos quando vêem este tipo de magia e depois são deixados de lado - há pormenores que adoraria ler, como as memórias de Laurel do seu tempo em Avalon em criança. E, apesar de estar feliz com a conclusão - mais uma vez -, há coisas que ficaram por dizer.
Outros títulos da colecção: 
*O Beijo dos Elfos
*Feitiços
*Ilusões
*Destined


Deixe um comentário

Tens uma opinião? 3,2,1 GO